Procurador do Trabalho é nomeado novo desembargador do TRT-ES

Foi publicada no Diário Oficial da União (8/10), a nomeação de Valério Soares Heringer como novo desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região. O decreto foi assinado pelo presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.

Valério Heringer é procurador do Ministério Público do Trabalho do Espírito Santo e vai ocupar a vaga destinada ao quinto constitucional, decorrente da aposentadoria do desembargador José Carlos Rizk.

A cerimônia de posse foi no dia 20 de outubro no Plenário do TRT-ES, em formato híbrido.

De volta às origens

Valério Heringer foi técnico judiciário no Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG), de 1988 a 1992, quando tomou posse como analista judiciário no TRT-ES. Até 1998, ocupou os cargos de chefe da Seção de Contratos Administrativos, diretor administrativo, diretor de Recursos Humanos, assessor da Presidência e secretário-geral do Tribunal.

Foi aprovado, ainda, nos concursos para Auditor Fiscal do Trabalho e Oficial de Justiça Avaliador do TRT-MG. Em 1996, aprovado em primeiro lugar, foi nomeado para o cargo efetivo de Procurador do Município de Vitória.

Desde 1999, exerce o cargo efetivo de Procurador do Trabalho. Ocupou a chefia do MPT-ES por dois mandatos, de 2017 a 2021.

Vida acadêmica

Graduado Direito pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Valério Soares Heringer é mestre em Gestão Pública e especialista em Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho. Tem curso de extensão em Direito Previdenciário pela Universidade de Brasília (UnB) e MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). 

Atuou como instrutor da ESAF, da ESMPU, da Ejud-ES e como professor no programa de Pós-Graduação em Compliance da FDV-Vitória.

É conferencista e palestrante nas áreas de gestão de organizações públicas e privadas, Direito do Trabalho, ética e desenvolvimento humano. Cursa atualmente Filosofia e Sistemas de Informação.

Redacao InfoJudiciario

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

CPI da Pandemia aprova relatório final que pede 80 indiciamentos

qua out 27 , 2021
Texto oficial tem 1.288 páginas e conta com um total de 80 sugestões de indiciamentos — 78 pessoas e duas empresas —, entre eles o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) O relatório oficial da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, elaborado pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), foi aprovado nesta terça-feira […]

Rolagem de notícias